4. Alimentação do banco próprio de Composições: Opção 3 – Importando uma planilha de Composições para o banco próprio

4. Alimentação do banco próprio de Composições: Opção 3 – Importando uma planilha de Composições para o banco próprio

Alimentação do banco próprio de composições: Opção 3 – Importando uma planilha de Composições para o banco próprio

Para que o banco próprio seja alimentado e o usuário tenha seu acervo de composições é preciso fazer a importação delas para dentro do sistema, conforme o Modelo de importação de composição.
ATENÇÃO: FAÇA O DOWNLOAD DO ARQUIVO PARA A SUA MAQUINA.
Esse processo deve seguir as seguintes orientações:

–   Seu arquivo precisa estar em Excel no formato XLSX.

Uma vez que a planilha está no formato adequado, seguindo todas as regras e com as informações preenchidas corretamente, o próximo passo é abrir a tela de importação do sistema OrçaFascio para fazer este processo de alimentação do banco próprio.

  • No menu de módulos ao lado esquerdo da sua tela, clique em Composições:
Menu de módulos – Botão de composições

  • Ao abrir, você clicará em Pesquisar:
Menu de módulos – Botão de pesquisar composições

  • Após isso, no menu superior, a barra de ferramentas os menus serão alterados, você irá clicar em Importar.
Menu superior do sistema OrçaFascio – Botão importar (composição)

O primeiro passo será escolher o arquivo que deseja fazer a importação e selecionar as bases que estão na planilha, que irão compor as auxiliares, caso você tenha o modulo bases adicionais, todas as bases disponíveis no sistema irão aparecer, caso não possua, somente as bases Própria e SINAPI ficarão disponíveis para uso.

Botão para escolher o arquivo para importar

Ainda no passo 1 (um) você precisará informar ao sistema qual o primeiro item do seu Excel e qual o último item

Linha pra informar o primeiro e ultimo item do seu Excel

Esses representam a primeira composição e o último item disposto em seu Excel como mostrado na imagem abaixo.

O primeiro item é a primeira Composição no seu Orçamento. 

Excel mostrando o que seria o primeiro item como exemplo

O último item será a última informação na sua planilha, podendo ser ela o ultimo Insumo ou Composição Auxiliar.

Excel mostrando o que seria o ultimo item como exemplo

No exemplo acima, o ultimo item da planilha, é um insumo, porém, poderia ser uma composição auxiliar sem problema. 

Após isso, iremos para o segundo passo de nossa importação de composições, a escolha das colunas. 

Tela de colunas essenciais para a importação

Iremos informar essas colunas de acordo com o disposto em Excel, todas as colunas são Obrigatórias.

–   Tipo 

Essa coluna no seu Excel representa a informação que dará para o sistema, sobre o que é COMPOSIÇÃO, CA ou I. Respectivamente a palavra COMPOSIÇÃO será usada quando ela é a composição principal dentro da sua planilha, ou seja, dentro dela estarão as composições auxiliares e os insumos pertinentes a essa composição. A sigla CA será usada para informar que aquela é uma Composição Auxiliar e a letra I será para informar que aquele item é um Insumo, como mostrado na imagem abaixo. 

Exemplo de coluna Tipo no Excel

–   Fonte 

A coluna fonte representa a base que suas composições auxiliares e insumos estão utilizando dentro da sua composição que irá importar para o sistema, quando a fonte pertence ao banco pré existente no sistema e possuir em suas bases adicionais, irá inserir o nome desse banco, por exemplo SINAPI, quando for um insumo ou composição auxiliar própria, irá inserir na coluna de fonte a palavra PRÓPRIA, como mostrado na imagem abaixo.

Exemplo de coluna Fonte no Excel

–   Código 

A coluna código representa a identificação da composição, toda composição possui apenas um único código. Códigos de fontes que já estão no sistema precisam estar de acordo com o descrito no sistema. 

Exemplo de coluna código no Excel

–   Descrição 

A coluna de descrição refere-se ao nome que as composições terão, a descrição não obrigatoriamente devem estar de acordo com os bancos selecionados, ao importar o sistema trará a descrição que está disponível no banco. 

Exemplo de coluna de descrição no Excel

–   Quantidade 

A coluna de quantidade mostrará o coeficiente de cada composição auxiliar e insumo disposto dentro de sua composição principal, a Composição principal (COMPOSIÇÃO) não recebe uma quantidade.

Exemplo de coluna Quantidade/Coeficiente no Excel

–   Unidade 

Essa coluna refere-se a unidade de medida que sua composição, composições auxiliares e insumos são medidas.

Exemplo da coluna de Unidade no Excel

–   Preço unitário 

A coluna de preço unitário mostra qual o valor do item dentro de sua composição, ter o preço unitário dos itens é importante visto que na sua importação de composições ao importar um insumo próprio que ainda não foi criado na sua base, ele irá criar automaticamente como insumo do tipo material com aquele valor unitário que inseriu em seu Excel ao importar para o sistema.

Exemplo de coluna Preço unitário dentro do Excel

Realizada essa verificação em seu Excel, e estando de acordo com o modelo disposto, seguimos para o sistema.
Com todas as informações preenchidas, clique em próximo.

Botão próximo – dentro da importação de composições

Agora, iremos escolher as bases que estão em nosso arquivo, caso você tenha o módulo de bases adicionais, todos os bancos serão exibidos para que possamos selecionar, caso tenha apenas o módulo orçamento, somente será exibido o banco SINAPI.

Seleção de fonte e data base para a importação das composições próprias

Com as escolhas de fonte, Estado e data referencial escolhidas, basta clicar em Concluir no final da página e seu arquivo será importado. 


Quer ter o conhecimento de uso do sistema orçafascio e ainda gerar o seu certificado? acesse nossa plataforma Universidade OrçaFascio lá você terá várias aulas de todos os módulos do sistema que lhe auxiliarão no uso do software e ainda garantirá o seu certificado.  

Veja mais conteúdos como esse na nossa base de conhecimento, acesse em: Base de conhecimento 

Veja também apresentações e treinamentos do sistema OrçaFascio em nosso canal no Youtube desde criando um orçamento pequeno até todos os módulos já disponíveis no sistema OrçaFascio: Canal OrçaFascio 

Siga-nos nas redes sociais: Facebook  , Instagram e Linkedin 

Anterior 3. Alimentação do banco próprio de Composições: Opção 2 – Criação manual de Composições
Próxima 5. Buscando Composições do Banco Próprio

Ficou com alguma dúvida ou não encontrou o que precisava?

Conheça mais sobre o nosso sistema

Acesse nossos outros canais de conhecimento com tutoriais, dicas, lives e matérias exclusivas sobre os módulos do sistema OrçaFascio. 

Universidade OrçaFascio​

Junte-se à nossa comunidade de aprendizado e ganhe destaque no mercado

OrçaFascio no Youtube​

Assista lives e vídeos sobre construção civil com os maiores especialistas do setor