Net Zero: como funcionam os empreendimentos sustentáveis

Cada vez mais, a questão da sustentabilidade na construção civil se torna uma necessidade. Edifícios sustentáveis se tornam prioridade para obtenção de selos de qualidade, como o Leed e Selo Azul da Caixa. Nesse sentido, o Net Zero se mostra um conceito importante.

Você sabe o que é Net Zero e qual a sua importância no país? Com o intuito de abordar esse tema, fizemos este artigo. Falaremos sobre a sustentabilidade na construção civil de maneira geral e, posteriormente, sobre o Net Zero e como ele está presente no Brasil. Confira!

Sustentabilidade na construção civil

A sustentabilidade é um conceito relativamente recente, e cuja relevância tem crescido nos últimos anos. Toda essa questão está atrelada à necessidade de manter os recursos naturais para as próximas gerações. Ou seja, utilizar os recursos abaixo da sua capacidade de recarga.

Até a idade moderna, não existia muita preocupação quanto aos efeitos do homem da natureza, pois, apesar de ser capaz de grandes transformações, a ação do homem não gerava um risco global sobre o meio ambiente.

Contudo, isso mudou desde o período da industrialização. A produção exponencial de mercadorias e produtos fez com que o ser humano se tornasse capaz de modificar de forma rápida e permanente todo um ciclo ecológico, dizimando diversas espécies e florestas.

Nesse contexto, surgem os primeiros ambientalistas. Entre os mais famosos, temos Thoreau, autor de “Walden – Vida nos Bosques”. Entretanto, ainda não existia um conceito amplo e eficiente sobre como unir homem e natureza em um crescimento sustentável.

Dessa maneira, o conceito moderno de sustentabilidade só surge no século XX, após um amadurecimento da necessidade de conservação do meio ambiente por meio de políticas públicas.

Começa a amadurecer então o discurso do desenvolvimento sustentável, que deve aliar o desenvolvimento econômico à preservação do meio ambiente. Além disso, outros fatores sociais e culturais devem ser incluídos.

O desenvolvimento sustentável ou sustentabilidade está relacionado a todos os setores da nossa economia, incluindo a indústria da construção civil.

E o que é ser sustentável no contexto da construção civil? Ser sustentável é construir de maneira a evitar a degradação do meio ambiente, adotando práticas ambientalmente corretas.

Uma das formas de alcançar isso se dá pela gestão de resíduos sólidos. Outra é pela aplicação dos 3 Erres: Reduzir, Reutilizar e Reciclar.

Ademais, o Net Zero pode ser aplicado para atingir esse objetivo.

O que é Net Zero?

À medida que as alterações climáticas se tornam um problema ainda maior, o conceito de neutralização da produção de carbono ganhou mais importância. Neutralizar o carbono significa alcançar um resultado final de zero emissão de carbono para um produto, local, empresa, marca ou evento.

Para fazer isso, deve-se medir primeiro e, posteriormente, reduzindo as emissões na medida do possível, fazendo a compensação com quantidades equivalentes de emissões compensadas ou mesmo evitadas.

O Net Zero trata sobre isso, mas vai muito além. Esse conceito ambicioso trata sobre toda a organização e cadeia de valor, cortando as emissões indiretas de carbono dos fornecedores até aos usuários finais, um objetivo bastante complexo no mundo contemporâneo pois as empresas não controlam toda a cadeia produtiva.

Detalhes sobre como as empresas conseguem contribuir com sua pare justa para a meta global de emissão de net zero foram formuladas ao longo de anos por especialistas.

Mesmo após um período conturbado do mercado devido à pandemia, o setor de construção já apresenta melhora e as empresas buscam um diferencial competitivo. Em muitas ocasiões, a sustentabilidade é o diferencial competitivo tentado.

A certificação Leed, emitida pelo Green Building Council Brasil, teve aumento de 28% em 2020. Segundo a instituição, espera-se um crescimento semelhante em 2021. Para obter o selo, o Net Zero pode e deve ser utilizado.

Entre os principais exemplos de Net Zero que podemos destacar, temos o Net Zero Energia e o Net Zero Água.

Net Zero Energia

É crescente o número de edifícios verdes e casas autossuficientes no Brasil, que utilizam a produção local de energia para economia de recursos. Segundo a ANEEL — Agência Nacional de Energia Elétrica, mais de 7,5 mil unidades brasileiras apresentam produção de energia fotovoltaica.

A expansão da produção de energia alternativa é um dos maiores motores do aumento da Net Zero Energia no país. Mas afinal, o que é isso? Trata-se de fazer um balanço entre energia produzida e energia consumida. Ao final, a equação deve ser algo próxima a zero para valer o conceito.

Citamos como exemplo a energia solar por ela ser a mais utilizada. Contudo, não é a única alternativa. Existem outras alternativas de energia renováveis, como a eólica ou mesmo usinas que utilizam biomassa. A alternativa entre uma ou outra fonte varia de acordo com a natureza da edificação e necessidade dos ocupantes.

Net Zero Água

Outro Net Zero muito importante está relacionado ao consumo de recursos hídricos. Muitas pessoas quando ouvem falar em Net Zero associam o conceito logo à produção de carbono ou energia elétrica.

Contudo, o que muitos não sabem, é que o Net Zero também se aplica ao consumo de água e a preocupação nesse sentido é uma das que mais crescem no país.

Para cumprir os critérios em Net Zero Água, as edificações devem não utilizar fontes convencionais de água e tratar o esgoto gerado pelo edifício.

Para a primeira alternativa, deve-se aproveitar as águas da chuva, especialmente para uso que não seja o consumo humano. Além disso, a água pode ser extraída de um poço autorizado.

Para o tratamento de esgoto, podem ser utilizados os Wetlands — tanques naturais para tratamento do esgoto por um meio filtrante, brita e seixa. Além disso, podem ser utilizadas plantas que contribuem para decompor a matéria orgânica, além de fazer um trabalho paisagístico no elemento.

Cenário no Brasil

Como falamos anteriormente, a sustentabilidade tem se tornado um diferencial competitivo para edificações e empresas de construção civil no país. Dessa maneira, o Net Zero é uma alternativa que vem ganhando cada vez mais espaço, sendo escolhida no mercado da construção civil.

O Net Zero carbono ainda é pouco aplicado, sendo restrito às indústrias de fato — o que é uma deficiência do setor. Contudo, o Net Zero Energia e Net Zero Água tem se tornado uma alternativa econômica para atenuar os gastos com edificações.

Sendo assim, o Net Zero é um conceito muito importante para economia e desenvolver edificações sustentáveis, contribuindo para um futuro mais verde. E você, o que está esperando para aplicar o conceito na sua empresa?

Gostou do que leu? Então, conheça a bioarquitetura e suas vantagens!

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

Veja 7 dicas sobre licitação de obras e serviços de engenharia

Ecotelhado: entenda o que é essa alternativa sustentável

NR 21: cuidados para trabalhadores em canteiro de obras