BDI na construção civil: O cálculo é importante?

O orçamento de obras é um dos elementos mais importantes para a construção civil, independentemente da obra ou edificação que vá ser construída. E para fazer o orçamento, vários cálculos devem ser feitos. Índices se tornam fundamentais nessa etapa, pois fornecem uma metodologia confiável para determinar o orçamento e custos em diferentes setores da obra. Um dos itens mais importantes é o BDI. Você sabe o que é e como calcular o BDI na construção civil?

A fim de esclarecer sobre todas essas questões, preparamos este breve artigo. Ao final, destacaremos como a OrçaFascio pode contribuir para facilitar o cálculo na construção civil. Leia e confira!

O que é o BDI?

O BDI é a abreviação, no inglês, de Budget Difference Income, que em tradução livre para o português é Benefícios e Despesas Indiretas. É um instrumento orçamentário que contribui para que o profissional da construção civil responsável pelo orçamento consiga compor o preço adequado, levando em consideração os custos indiretos.

Os custos indiretos correspondem a um conjunto de gastos relacionados ao funcionamento da empresa que não estão relacionados, diretamente, à sua atividade-fim (para empresas de construção civil, com a execução de obras, por exemplo). Podemos elencar, portanto, que gastos com mão de obra e materiais são custos diretos, enquanto mobilização e desmobilização da obra; administração local e instalação do canteiro são custos indiretos.

É importante destacar que o índice não é absoluto. Ou seja, ele não deve ser o mesmo para todos os orçamentos a serem elaborados, mas cada obra ou serviço deve conter seu próprio BDI, uma vez que as condições de cálculo e preço de venda são particulares para cada situação.

O BDI contribui para auxiliar empresas a garantir um custo global razoável, cobrindo despesas da administração central, impostos, garantias, custos financeiros, seguros, margem de incerteza, entre outros. Em uma outra perspectiva, podemos afirmar que o ele é o rateio do lucro com acréscimo dos Custos Indiretos aplicados aos Custos Diretos. É conhecido também pela sigla LCI (Lucro e Custo Indireto).

Apesar de no começo ser um conceito e índice aplicado de forma restrita ao orçamento de obras e empreendimentos da construção civil, ele pode ser adaptado para outras oportunidades, como em licitações que envolvem postos de trabalhos alocados. Em situações de concorrência de licitação para empresas de construção civil, se torna fundamental.

Qual a sua importância?

Todo empreendimento da construção civil apresenta um custo direto de produção e o custo indireto. O custo direto é palpável e mais fácil de ser calculado. O custo indireto, porém, precisa de uma maior atenção. Toda essa atenção deve ser tomada para que o preço de venda seja composto de forma racional e que torne o empreendimento viável economicamente.

O preço de venda nunca se repete. Ele varia de acordo com a função do planejamento do empreendimento, características administrativas diferenciadas das empresas, localização e órgãos contratantes e contratados, edital, época de execução do projeto, tamanho do serviço. Isto é, por inúmeros fatores que não são replicados de forma igual em diferentes projetos.

Portanto, os conceitos e cálculos do BDI na construção civil são dinâmicos. Cada orçamentista ou profissional responsável por esse setor encontra um preço de serviço diferente dos outros. Então destaca-se a importância de definir uma estratégia para calcular e como chegar a um preço de venda sustentável economicamente. Isto é, um preço que esteja dentro da faixa que cubra os custos, dê lucro para a empresa e seja competitivo perante o mercado.

Como calcular o BDI na construção civil?

Existem diversas maneiras de calcular o BDI na construção civil. O Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos (IBEC) sugere uma fórmula, que disponibilizaremos a seguir, com base em um consenso internacional, com intuito de calcular os seuss serviços para uma empresa contratante. Para a empresa contratada, a fórmula é a mesma, porém levando em consideração a Margem de Incerteza (MI).

 BDI = { [ ( 1+ AC + CF + S + MI ) / ( 1 – TM – TE – TF – MBC – G ) ] – 1} x 100

Nesta fórmula, temos:

  • AC – Administração central: corresponde ao rateio do custo da sede entre as obras da construtora. A variação em percentual gira em torno de 7% a 15% (empresas com grande faturamento anual) e de 10% a 20% (empresas com pequeno faturamento anual);
  • CF – Custo Financeiro: A inclusão do custo financeiro caberá em razão das condições de medição e pagamento preconizadas no contrato, assim como o programa de desembolso verificar a necessidade de incluir o custo financeiro;
  • S – Seguros: Representa o custo referente aos seguros previstos ou não no contrato, tais como: performance bond, garantia de execução contra terceiros, entre outros;
  • G – Garantias: É referente ao custo para cumprir o contrato oferecendo as garantias previstas, que podem ser diversas, tais como: seguro garantia, papeis selecionados ou caução;
  • MI – Margem de Incerteza: Esse elemento deve ser levado em consideração na confecção do cálculo BDI apenas por empresas contratantes. Visa, portanto, melhorar eventuais distorções no valor aproximado pelo cálculo estimado, devido ao seu caráter genérico adotado pelos contraentes. Costuma variar entre 5% e 10%;
  • TM – Tributos Municipais: Aqui são levados em consideração os tributos municipais, como o ISS;
  • TE – Tributos Estaduais: Aqui são levados em consideração os tributos estaduais, como o ICSM;
  • TF – Tributos Federais: Aqui são levados em consideração os tributos federais, como COFINS, PIS, IRPJ, CSLL e INSS;
  • MBC – Margem Bruta ou Contribuição (ou Lucro Bruto Previsto): Esse elemento é um valor aleatório, particular para cada empresa ou da proposta de preços. É baseado em função do mercado.

Como otimizar o BDI com OrçaFascio?

O BDI impacta diretamente no cálculo do orçamento de obras. Dessa maneira, nada mais importante do que ter um software de orçamentação que leve em consideração o cálculo do mesmo, não é? Por isso, OrçaFascio se faz tão importante nessa construção do orçamento de obras com total compatibilização, tornando assim o orçamento mais completo e fidedigno ao valor real.

Com a OrçaFascio é possível calcular o BDI de forma 8x mais rápida, em um sistema 100% seguro e atualizado. Além disso, o acervo completo de tabelas de preços e consultas, levando em consideração o SINAPI, contribui para um resultado excelente. Por fim, vale destacar que é possível ajustar o preço da composição levando em consideração o valor dele e sem também, o que garante maior flexibilidade.

Gostou do que leu? Então, saiba como fazer o orçamento de obras ágil com OrçaFascio!

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

Anterior
Próximo