Como melhorar a gestão de obras públicas

As obras públicas consistem em um importante nicho do mercado de construção civil. Dessa maneira, vários são os procedimentos que as construtoras e empresas ligadas ao ramo podem adotar para otimizar os processos ligados ao setor. A gestão de obras públicas é uma das principais delas. Dessa maneira, se faz necessário saber como melhorar a gestão de obras públicas.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você. Acompanhe!

O que é gestão de obras e por que ela é necessária?

A gestão de obras, no Brasil, é uma atribuição profissional de engenheiros e arquitetos, conforme está regulamentado na Lei. 5.194 de 1966. Esse é o ponto de vista legal.

Sob o ponto de vista técnico, gerenciar uma obra significa administrar os recursos (materiais), o tempo e a mão de obra (equipe) dentro e fora do canteiro de obras. Isso com a finalidade de cumprir o cronograma e a previsão financeira proposta pelo orçamento no projeto inicial.

Assim, o principal objetivo da gestão de obras é evitar os erros nas etapas de construção, além de contribuir para prever imprevistos. Com isso, o projeto é protegido de prejuízos, atrasos e perdas, que comprometem a qualidade e o tempo de entrega.

A equipe de profissionais envolvida no processo costuma ser grande e diversificada. Devido a isso, a supervisão e coordenação constante por meio de uma gestão de obras se torna imprescindível.

Desse modo, uma boa gestão de obra é necessária para que os projetos e obras sejam concluídos conforme o custo estipulado e dentro do prazo. Isso ocorre pois, quando há um bom gerenciamento do projeto, a execução deste se torna bem mais eficiente, beneficiando todas as partes envolvidas.

Além disso, a gestão de obras bem-sucedida é capaz de detectar problemas de forma antecipada e apresentar soluções eficientes para todos os imprevistos, antes que possam prejudicar o andamento do projeto ou da obra.

Agora confira algumas dicas para melhorar a gestão de obras.

Orçamento de obras

O orçamento de obras é um elemento importante em vários aspectos relacionados à obra. E como a gestão envolve todos os aspectos, não poderíamos deixá-lo de fora. A gestão de obras se preocupa tanto com o aspecto do cronograma quanto dos custos. Dessa maneira, para respeitar o custo previsto para a obra, é necessário que o orçamento seja bem feito e inclua em seu orçamento alguns imprevistos.

A gestão, portanto, serve para fiscalizar e acompanhar o processo já feito, estudando e viabilizando soluções para contornar imprevistos e, em casos mais graves, replanejar o orçamento.

Planejamento de obras

Quando falamos de planejamento de obras neste tópico, estamos nos referindo, principalmente, à execução dos prazos. Dessa maneira, uma boa gestão de obras públicas deve ter um bom planejamento.

Vale destacar que o planejamento dos prazos está ligado, diretamente, a outras questões de obra, como o orçamento — menos tempo de obra corresponde a menos gastos com mão de obra —, qualidade de obra, entre outros.

Conhecimento sobre a legislação pertinente

As obras públicas são feitas por meio de licitação pública, que apresenta uma ampla regulação por meio de leis federais, como a Lei 8.666 de 1993. O conhecimento legal sobre faz com que a empresa aplique a técnica de forma legal. Além disso, o conhecimento dos editais é fundamental para que a gestão seja feita seguindo as exigências da obra.

Podem ser exigidos documentos de andamento de obra de forma periódica, por exemplo. É necessário estar atento a esses detalhes para não errar e acabar atrapalhando todo o processo.

Relatórios de obra

Durante a execução de um projeto e obra, diversos dados são gerados. Eles podem servir como ferramentas importantíssimas para melhorar a qualidade e agilidade na execução da obra. Além disso, os relatórios podem servir como norte para futuros empreendimentos. Dessa forma, os relatórios se fazem necessários, pois são os documentos que reúnem os dados e os transformam em informação.

A apresentação dessas informações pode ser feita de diferentes maneiras, como gráficos. Softwares podem e devem ser utilizados para otimizar, agilizar ou mesmo automatizar o processo. O software OrçaFascio, por exemplo, apresenta essa função. Um documento padrão é criado e editado por você e a partir de então, novos documentos com informações diferentes são criados.

Gestão de fornecedores

A gestão de fornecedores também é de fundamental importância para a gestão de obras, uma vez que esse papel está ligado diretamente tanto ao prazo de entrega da obra quanto ao orçamento. Dessa maneira, é necessário ter meios para tornar a gestão de fornecedores mais eficiente. Novamente, softwares são instrumentos que conseguem facilitar e tornar o processo ainda mais rápido.

Fiscalização e acompanhamento

De nada adianta ter um bom planejamento de obra se não existir fiscalização e acompanhamento. A fiscalização serve para garantir que o que foi planejado seja colocado em prática. E isso nos mais diferentes aspectos, como saber se a estrutura da edificação está sendo feita de acordo com o projeto estrutural; se a concepção arquitetônica está sendo mantida; se o cronograma está sendo respeitado e se o orçamento de obras está sendo cumprido.

Por outro lado, o acompanhamento serve para identificar possíveis falhas na obra nos mais diferentes aspectos, indicando para os setores responsáveis, mudanças na obra para adequá-la às exigências técnicas.

Gestão de equipes

A gestão de equipes é outra ação efetuada dentro do objetivo macro que é a gestão de obras públicas ou privadas. Os colaboradores (funcionários) correspondem aos principais responsáveis pela execução de uma obra. Dessa forma, o trabalho deve ser realizado de forma eficiente. E isso se alcança com planejamento e gestão.

Por isso, é importante valorização profissional, qualificação, boa comunicação entre os colaboradores e entre diferentes setores.

Sendo assim, saber como melhorar a gestão de obras públicas é muito importante para empresas de construção civil que trabalham no ramo.

Contudo, apenas conhecimento não é suficiente. É necessário energia e coragem para colocar a teoria em prática e assim comandar uma empresa que apresenta boas práticas nesse sentido.

Teste Grátis

Para uma obra eficiente, sem desperdício de materiais você precisa de um orçamento completo e bem estruturado. Para essa missão, você pode contar com a OrçaFascio. Aproveite e faça um teste grátis por 7 dias ou converse com nossos especialistas para saber mais.

Gostou do que leu? Então, conheça 7 dicas para aumentar a produtividade no canteiro de obras!  

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

NR 21: cuidados para trabalhadores em canteiro de obras

Saiba o que é a NBR 5410 e quando ela deve ser aplicada

Cálculo de materiais de construção: 9 dicas para economizar