Aplique já essas 7 dicas no setor de engenharia de custos

A engenharia de custos é uma área do conhecimento muito importante, sobretudo para a construção civil. Embora seja muito importante, nem todas as empresas de engenharia e construção sabem a sua importância para os negócios relacionados a esse mercado.

Com a finalidade de esclarecer essa questão, fizemos este artigo. Inicialmente, falaremos sobre o que é a engenharia de custos e a sua relação com a construção civil. Em seguida falaremos sobre as 7 principais dicas para aplicar no setor de engenharia de custos da empresa. Acompanhe!

O que é engenharia de custos e como ela se relaciona com a construção civil

A engenharia de custos tem como finalidade estimar os custos de uma obra ou serviço. Em geral, essa atividade está ligada ao orçamento de obras, o que faz com que muitos orçamentistas tenham uma especialização em engenharia de custos.

Todavia, o trabalho do engenheiro de custos se estende além do orçamento. Ele também atua na gestão financeira dos empreendimentos. É importante que se tenha o entendimento completo disso a fim de saber todo o potencial dessa área de engenharia em benefício do negócio.

Isto é, a engenharia de custos participa desde o início do empreendimento, em conjunto aos demais setores, a fim de garantir a viabilidade econômica e técnica da obra.

Isso é alcançado por meio da previsão dos gastos necessários, indicando as alternativas mais viáveis. Além disso, contribui com o planejamento, alertando possíveis riscos e indicando o investimento necessário para a execução do empreendimento.

A engenharia de custos também se faz presente durante a execução da obra, garantindo que o planejamento seja fielmente realizado.

Como otimizar a operação do departamento de engenharia de custos

Empresas da construção civil que possuem setores de engenharia de custos podem aplicar algumas das dicas que preparamos para melhorar sua rotina de trabalho de engenheiros de custos e outros profissionais que desempenham atividade igualmente importante. 

Veja como pequenas mudanças podem trazer resultados interessantes para o seu negócio. 

1. Obras com projeto bem definido

O primeiro passo para que a engenharia de custos possa ser bem aplicada em uma empresa e empreendimento está na definição bem executada do projeto. Projetos de arquitetura e engenharia mal elaborados geram obras mal executadas.

Desse modo, antes mesmo de começar o orçamento do projeto, é necessário fazer uma análise para identificar se este é adequado para a realidade do empreendimento e da região na qual será inserido.

2. Planejamento adequado para a obra

Não existe construção eficiente sem planejamento eficiente. Afinal, o canteiro de obras é um ambiente que tende para o caos por conta do grande número de pessoas trabalhando ao mesmo tempo e diversos tipos de serviços sendo executados simultaneamente.

Dessa forma, a fim de evitar confusão e atrasos durante essa etapa, além de seguir o orçamento, o planejamento deve ser eficiente para o canteiro de obras. E planejamento de obras nada mais é do que criar um plano racional e lógico para a obra, dividindo-o em etapas e estabelecendo prazos e orçamentos para cada uma delas.

Entre os principais documentos que compõem essa etapa, destacamos o cronograma físico-financeiro.

3. Orçamento realizado de maneira adequada

O orçamento é uma das etapas mais importantes para qualquer obra, seja ela pública ou privada. Para obras públicas, o orçamento é fator classificatório e eliminatório para licitações públicas. Isto é, orçamentos fora do padrão ou fora da realidade financeira das tabelas de composição de preço são automaticamente descartados.

Dessa maneira, é importante que o setor de engenharia de custos tenha um amplo conhecimento e prática de orçamento de obras, sabendo os principais tipos de orçamento, como fazê-los e, principalmente, quando fazer cada um deles para ter uma obra segura e adequada.

4. Contratação de profissionais experientes e capazes

A mão de obra é uma das principais questões dentro do contexto da construção civil. O Brasil enfrenta, historicamente, problemas no que tange a produtividade e qualificação da mão de obra para a indústria. E, na indústria da construção civil não é diferente.

Portanto, é importante ter muita atenção durante essa etapa. Recomenda-se que se contrate profissionais experientes e capacitados para a execução do empreendimento, especialmente para obras de grande complexidade.

5. Pesquisar mão de obra e materiais no mercado

Outra dica muito importante está em pesquisar mão de obra e materiais no mercado. A pesquisa deve levar em consideração importantes critérios, como o preço. Contudo, apenas o preço não é suficiente para fazer uma escolha. Afinal, como diz um velho ditado popular, o barato pode sair caro.

Desse modo, além do preço da mão de obra e materiais, é importante ficar atento quanto à qualidade do serviço e do produto. Vale realçar que produto caro não quer dizer qualidade, mas um produto muito abaixo do preço de mercado é um grande indicativo de baixa qualidade.

Ao comprar ou contratar serviços abaixo do preço, a construção corre um sério risco de ter de refazer algumas etapas do serviço, gerando mais gastos e produzindo uma construção de menor qualidade.

6. Evitar o desperdício

Evitar o desperdício está entre as principais prioridades de uma empresa de construção civil e como dica para potencializar os efeitos positivos da engenharia de custos. Dessa maneira, é necessário executar um bom orçamento e no planejamento dos gastos com a obra.

Outro ponto muito relevante sobre evitar o desperdício, além da economia financeira, está ligado à questão da sustentabilidade. Afinal, quanto menor for o desperdício de recursos naturais e financeiros, maior tende a ser o grau de sustentabilidade de um determinado empreendimento.

Para evitar desperdício, é importante adotar uma boa gestão de fornecedores e compra, além de armazenar os materiais de modo adequado.

7. Use novas tecnologias

Construir é, sem dúvida, utilizar materiais por meio de uma técnica com a tecnologia presente naquele momento. A construção com tijolos existe há milhares de anos, mas as casas feitas com uso de tijolos nos dias atuais nas grandes cidades não são as mesmas de milhares de anos atrás. Se a técnica permanece a mesma, o que mudou?

O que mudou foi a tecnologia para a fabricação do material, tanto no que diz respeito à produção do material quanto à execução da obra. Dessa maneira, é importante utilizar novas tecnologias.

E isso não se restringe à construção em si, mas se expande para outras áreas da construção, como a gestão de obras.

Essa área ficou por muito tempo omissa nas empresas de construção, mas com o amadurecimento do mercado da construção civil, revelou-se a necessidade de investir cada vez mais nos processos de gerenciamento de obras. Portanto, entre as novas tecnologias para essa área, destacamos o software para gerenciamento de obras.

Portanto, a engenharia de custos é uma importante área do conhecimento que apresenta todos os requisitos para influenciar positivamente a construção civil. Para que isso seja realizado da melhor maneira, é importante seguir as dicas apresentadas ao longo do texto.

Gostou do que leu sobre dicas para engenharia de custos? Aproveite e conheça a metodologia do Lean Construction e como ela pode auxiliar sua empresa de construção civil! 

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Downloads

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

Construtechs ganham cada vez mais destaque no mercado

Trabalho em altura: 8 medidas para profissionais da construção

PBQP-H: o que é e como construtoras podem aderir ao programa

Economize 80% de tempo na hora de fazer orçamento de obras

Aumente a produtividade e competitividade do seu negócio com o suporte do software líder do mercado.