8 habilidades que todo gerente de obras precisa ter

O gerente de obras é uma das principais especialidades que o engenheiro civil pode desenvolver para a sua carreira. Todavia, é importante que o profissional tenha em mente que ele precisa desenvolver habilidades específicas para ter pleno domínio sobre a sua atividade.

Para auxiliar você a compreender melhor sobre o que é o gestor de obras, o que ele faz e quais são as habilidades que ele precisa ter para desempenhar bem a sua atividade profissional, fizemos este artigo. Acompanhe!

Quem é e o que faz o gerente de obras?

O gerente de obras nada mais é do que o profissional da construção civil responsável por gerenciar e administrar o canteiro de obras. É um dos profissionais mais importantes para a construção civil e, por isso, exige um grande número de habilidades e competências.

Você sabe que o canteiro de obras é um ambiente em que tudo pode acontecer ao mesmo tempo. Além disso, toda obra é diferente da outra e em cada experiência acontece algo novo e o gestor de obras deve ser frio e criativo para encontrar alternativas para problemas que talvez ele nunca tenha imaginado que existissem.

Dessa maneira, as empresas e profissionais da construção civil devem saber quais são as atribuições do gerente de obras. As atividades mais rotineiras são:

  • Orientação das equipes de trabalho
  • Gerenciamento do desempenho da obra
  • Negociação com fornecedores
  • Controle de entrada e saída de materiais 
  • Acompanhamento do cronograma de obras

Habilidades necessárias para um gerente de obras

E para desenvolver essas tarefas mais comuns, e até outras mais específicas, o gerente de obras precisa desenvolver uma série de competências. Veja as essenciais: 

1. Organização

Antes de tudo, um bom gestor precisa ser organizado. Isto é, ele precisa ter todas as atividades e demandas organizadas, de modo que saiba qual é a prioridade do momento, quais passos já foram dados e quais serão os próximos.

Existem várias maneiras que o gerente de obras pode adotar para otimizar a organização e isso varia de acordo com a metodologia de trabalho de cada um. Todavia, os programas e aplicativos são soluções mais indicadas, como é o caso do Trello, sistemas ERP, entre outras alternativas.

Além disso, a elaboração de documentos de engenharia, como é o caso de orçamento de obra e cronograma, melhoram a organização e levam a uma maior organização nos processos de construção.

2. Boa comunicação

Comunicar é levar a informação a outra pessoa sem que o processo dificulte ou altere o sentido dos dados. Dessa maneira, uma das principais qualidades do gestor de obras é o da boa comunicação. Ele deve apresentar aos outros profissionais responsáveis pela obra os problemas que estão ocorrendo de forma clara.

Além da escrita e oratória, o gerente de obras deve contar com um bom sistema de comunicação: comunicar só o que é necessário, pois um fluxo exagerado de informações pode fazer com que o que é realmente importante seja deixado de lado.

3. Liderança

Em administração, há um grande debate sobre o aspecto da liderança. Seria ela algo nato ao ser ou pode ser desenvolvida? A resposta mais aceita é a segunda. Afinal, somos resultados de processos que ocorrem conosco desde quando nascemos, quando iniciamos nosso processo de sociabilidade.

Dessa forma, a liderança é uma habilidade que pode ser desenvolvida ao longo do tempo. E, esse processo só ocorre por meio da vivência de situações. Se o gerente de obras não lidar com uma equipe e escolhas, nunca desenvolverá essa habilidade.

4. Saber delegar atividades

Saber delegar atividades está ligado a várias outras habilidades elencadas ao longo deste texto. Tem a ver com liderança e organização, por exemplo. Com organização, pois o profissional só poderá delegar as atividades que ele sabe que precisam ser feitas. Se não estiver organizado, as atividades a serem delegadas serão falhas.

Outro ponto é a liderança. O gestor deve delegar as atividades, mas a forma que essa ação será aceita pelos funcionários dependerá do respeito que os colaboradores têm em relação ao gestor. Dessa forma, um bom líder consegue delegar de forma mais eficiente as atividades necessárias para uma construção.

5. Saber negociar

Ao gerenciar uma construção, o profissional lida diretamente com pessoas. E lidar com pessoas é trabalhoso e requer a necessidade de saber negociar. Quando falamos de relação profissional, essa necessidade se torna ainda mais latente.

E, por saber negociar, estamos falando de saber exigir, mas também de saber recuar e ceder. É encontrar um meio termo que seja o melhor para os interesses da empresa e dos profissionais.

Dessa forma, não adianta tentar fazer apenas o anseio da empresa, pois isso pode levar a uma grande queda de produtividade da mão de obra, o que afeta diretamente a construção. Portanto, saber negociar é uma das principais qualidades do gestor.

6. Fiscalizar a Segurança do Trabalho

A segurança do trabalho consiste em um conjunto de ações que visam atender as recomendações e exigências legais para o trabalho seguro.

Dessa forma, a segurança do trabalho deve ser uma prioridade dentro do contexto da construção civil, a indústria que reporta uma grande quantidade de acidentes e doenças geradas pelo trabalho.

Assim, o gestor deve cumprir e fazer cumprir as normas de segurança do trabalho, como uso dos EPIs e seguir as demais Normas Regulamentadoras, como a NR 18.

7. Saber controlar custos e prazos

Trabalhar com obra é lidar, dia a dia, com custos e prazos. Afinal, o orçamento e o controle de tempo são elementos mais importantes que uma empresa da construção civil deve lidar. Por isso, o orçamento e o cronograma de obras são os documentos mais importantes, pois lidam diretamente com esses importantes elementos.

Dessa forma, os profissionais responsáveis pela elaboração do orçamento e cronograma devem estar bem alinhados. Além disso, eles devem utilizar ferramentas capazes de aumentar a eficiência dos processos, como softwares e novas metodologias, como o BIM.

8. Ser criativo

Essa habilidade pode parecer genérica, mas não é. E, além disso, é muito necessária na figura do gerente de obras. Ser criativo significa ter a capacidade de encontrar soluções de forma rápida e eficiente, independentemente da pressão a qual o profissional esteja submetido.

Essa habilidade depende de inúmeros fatores, como o conhecimento técnico que o profissional apresenta sobre a construção, organização e também a experiência. Afinal, só podemos criar soluções que já existam em nossa mente.

Como se tornar um gerente de obras

Existem diversas maneiras de se tornar um gerente de obras. O caminho tradicional é trabalhar no canteiro de obras, auxiliando o então gestor de obras, seja como estagiário ou até mesmo funcionário da empresa. Além disso, existem diversas especializações e cursos que tratam sobre o tema.

Todavia, a prática é muito necessária. Em geral, os gerentes de obra são engenheiros, mas também podem ser arquitetos, técnicos em edificação (estes últimos em menor escala e para obras menos complexas).

O gerente de obras é um profissional essencial para uma boa construção. Além disso, é necessário que ele apresenta diversas habilidades, como as citadas ao longo do texto.

Agora que você já conhece mais sobre esse profissional e as habilidades necessárias, saiba tudo sobre a atividade de acompanhamento de obras

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

NR 21: cuidados para trabalhadores em canteiro de obras

Saiba o que é a NBR 5410 e quando ela deve ser aplicada

Cálculo de materiais de construção: 9 dicas para economizar