Gestão de compras na construção civil: 10 dicas para aplicar

Para que uma obra seja iniciada, é fundamental que se faça a compra dos materiais a serem utilizados na construção: insumos, equipamentos, entre outros. Dessa maneira, a gestão de compras é fundamental para que se alcance obras com boa qualidade.

Apesar da importância da gestão de compras na construção civil, ainda existem dúvidas sobre como fazer essa atividade de modo adequado.

Com o intuito de auxiliá-lo sobre essa questão, apresentaremos 10 dicas de como fazê-la. Confira!

O que é gestão de compras?

Gestão de compras nada mais é do que a administração de todas as compras que o gestor fará para que a obra consiga ser realizada em tempo hábil, sem perda da qualidade na construção.

O atraso na compra de materiais pode gerar atraso também nas etapas da construção, que pode causar um efeito dominó com perda de qualidade e rombo no orçamento de obras.

Caso as compras sejam feitas de forma adiantada, os materiais podem estragar no canteiro de obras. Por isso é importante saber como gerenciar as compras de materiais na construção civil, para tal as principais dicas que são as seguintes:

  • Cuide bem dos materiais e reduza desperdícios; 
  • Invista em tecnologia;
  • Acompanhe o cronograma de obras;
  • Nunca deixe para realizar as compras na última hora;
  • Transforme os fornecedores em parceiros;
  • Pesquise antes de comprar;
  • Cheque o estoque antes de realizar as compras;
  • Saiba o que é necessário comprar;
  • Invista em materiais com bom custo-benefício;
  • Tire proveito da tecnologia. 

1. Cuide bem dos materiais e reduza desperdícios

Se os materiais não são armazenados de forma adequada, eles podem quebrar ou mesmo estragar. Caso isso ocorra, uma nova compra deverá ser realizada para repor o estoque. Por isso, é importante cuidar bem dos materiais a fim de evitar o desperdício.

Cada material tem sua forma correta de ser armazenada e isso deve ser feito a fim de assegurar a qualidade e integridade deles.

2. Invista em tecnologia

Investir em tecnologia torna-se a cada dia uma ação essencial e não mais uma ação que dará apenas diferencial para os negócios. Afinal, a tecnologia é capaz de integrar metodologias modernas e dar competitividade ao negócio.

Entre as principais ações nesse sentido, destacamos a compra de equipamentos e implementação de softwares.

3. Acompanhe o cronograma de obras

O cronograma de obras é o documento que planeja com métodos o tempo que será destinado a cada etapa na construção. Em cada etapa são exigidos materiais diferentes.

Por exemplo, não se deve comprar materiais de acabamento ainda na fase de fundações, pois estes correm o risco de quebrar ou se perderem por conta de sua fragilidade.

4. Nunca deixe para realizar as compras na última hora

Esse erro é muito comum e geralmente está atrelado a outras questões, como a falta de acompanhamento do cronograma de obras. Comprar os insumos de última hora gera vários problemas, como preço menos competitivo e, em alguns casos, a falta de materiais nos fornecedores, o que pode causar atraso nas obras.

Além da gestão de compras, portanto, é importante executar uma boa gestão com os fornecedores.

5. Transforme os fornecedores em parceiros

Realçando a importância da gestão dos fornecedores, é importante criar uma relação amistosa com esses importantes personagens da construção. Dessa forma, é valioso colocá-los como parceiros da construção, dando maior visibilidade a eles e assim conseguindo uma relação mais vantajosa para a empresa e obra.

6. Pesquise antes de comprar

Pode parecer uma dica boba, mas ela é tão importante quanto tantas outras. A pesquisa de materiais, fornecedores e preços costuma ser levada muito a sério no início dos negócios, mas com o tempo, deixa de ser feita. Assim, os mesmos fornecedores de sempre são contatados.

Esse é um vício prejudicial, pois sempre chegam novas opções do mercado que podem trazer diversos benefícios para construção. Portanto, é sempre importante fazer pesquisa antes de comprar os materiais para a construção.

7. Cheque o estoque antes de realizar as compras

Outro erro muito comum é fazer a compra de materiais antes de analisar o estoque. Apesar da automatização e gestão dos estoques por meio de software, o estoque deve ser analisado sempre que possível, pois um profissional pode esquecer de atualizar informações no sistema.

Caso uma compra seja feita e ainda tenha insumos no estoque, pode ser gerado um problema desnecessário que vai desde sobra de material até falta de espaço para armazenar o material que foi comprado. Por isso, a gestão de compras e suprimentos também é sobre gestão de estoque.

8. Saiba o que é necessário comprar

Antes de fazer as compras de materiais para uma obra, é importante saber o que de material se deve comprar. Isso diz respeito tanto ao tipo de material quanto a quantidade a ser comprada.

Os materiais devem ser especificados em projeto e analisados pelo gestor de compras, que deverá fazer a pesquisa de compra e disponibilidade do produto no mercado, além do preço.

É papel do gestor questionar o projetista, quando necessário, sobre a troca de um determinado material por um similar quando não houver disponibilidade dele no mercado ou mesmo se o preço deste estiver muito elevado.

E é papel do projetista ser flexível e indicar materiais que se adequem ao orçamento sem comprometer o projeto.

9. Invista em materiais com bom custo-benefício

Como falamos anteriormente, é importante investir em materiais que apresentem uma boa relação de custo-benefício.

O erro nesse aspecto costuma ocorrer de duas maneiras. Em alguns, os gestores tentam enxugar demais o orçamento e acabam comprando materiais de baixa qualidade, o que interfere na qualidade final da obra — o que causa uma reputação ruim às obras da empresa.

Em outros casos, há uma glamourização dos materiais apenas pelo seu preço, quando na verdade existem outras opções com valor bem mais em conta e que desempenham o mesmo papel.

Portanto, é importante levar em consideração o custo-benefício antes de fazer qualquer compra de materiais para a empresa.

10. Tire proveito da tecnologia

Lembra quando falamos que uma das ações que se deve adotar para melhorar a gestão de compras na construção civil está em investir em tecnologia e, especificamente, softwares?

Uma boa alternativa de software de gestão de compras é o OrçaFascio. Por ser especializado em orçamento de obras, desenvolve uma grande atenção para a gestão de compras e fornecedores.

Uma das opções presentes no software é o Módulo de Compras, que se destina a gestão de compra de materiais. Nessa parte do software, é possível fazer a cotação e autorizar a compra dentro do próprio sistema, levando em consideração os diferentes fornecedores disponíveis. Essa integração ajuda a ganhar velocidade e reunir todas as informações em um só lugar. 

Sendo assim, a gestão de compras na construção civil é um procedimento fundamental para quem deseja otimizar o planejamento, orçamento e garantir que obras de boa qualidade sejam construídas. E você, o que está esperando para profissionalizar essa etapa na sua empresa?

Você pode fazer um teste grátis do Módulo de Compras OrçaFascio para conhecer melhor a ferramenta que otimiza a gestão de compras.

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

NR 21: cuidados para trabalhadores em canteiro de obras

Saiba o que é a NBR 5410 e quando ela deve ser aplicada

Cálculo de materiais de construção: 9 dicas para economizar