Rotinas para agilizar o orçamento de obras

Agilizar o orçamento de obras é tarefa fundamental para quem visa otimizar essa importante ação dentro da construção civil. Para isso, é importante adotar o planejamento adequado, além de inserir diversas rotinas dentro do contexto de trabalho. Apesar da importância dessa ação, não são todos que dão o devido valor, ou conhecem a fundo sobre o tema.

Dessa maneira, faz-se necessário tanto que se saiba a importância de agilizar o orçamento de obras, quanto de conhecer os caminhos que levam a uma orçamentação rápida, eficiente e, sobretudo, lucrativa. Quer saber como fazer? Então acompanhe!

A importância da agilidade no orçamento de obras

A importância do orçamento de obras é evidente. Afinal, toda e qualquer obra de construção não se inicia com a construção das fundações, mas com a elaboração do planejamento de obras, cuja base é o orçamento. Isso pois, sem recursos, é impossível iniciar uma obra. O recurso, de forma clara, é o dinheiro necessário para construir determinada edificação.

Com o recurso, contrata-se a mão de obra necessária, se compra os materiais, são pagas as licenças ambientais e urbanas, assinatura de softwares a serem utilizados, etc. Organizar os custos da obra, levantando preços e outras variáveis que compõe o orçamento é fundamental para ter uma construção eficiente e sustentável sob o ponto de vista financeiro.

Dessa forma, antes de qualquer outra etapa ser iniciada, é necessário aguardar pela aprovação do orçamento de obras. Dado isso, se faz importante que a entrega desse orçamento se dê de ágil, caso contrário, todas as etapas da construção ficam ancoradas. E como agilizar o processo? Com disciplina e roteirização das etapas da orçamentação.

Como agilizar o orçamento de obras

Agora destacaremos como você pode agilizar o orçamento de obras com a adição de rotinas, destacando e discorrendo sobre cada etapa. A importância desse método se dá para que se abra mão de outros, menos eficientes, como o uso de índices relâmpagos para orçar obras, como os que utilizam o valor final da construção levando em consideração 3 variáveis (alto, médio e baixo padrão de acabamento), pois essa informação é bastante superficial.

Com a agilidade, permitida por metodologias, softwares e as rotinas de orçamento de obras, é possível chegar a um orçamento mais eficiente com uma precisão bem mais próxima ao valor real, sem palpites, sem chutes e o melhor de tudo, sem sustos.

Para esses casos, os índices podem ser utilizados para estimar as ordens de grandeza do orçamento, ou, para situações mais específicas, para fazer uma comparação de resultados, quando se imaginar que os cálculos estão sendo produzidos de forma incorreta no orçamento de obras.

Padronização do orçamento

A primeira dica e uma das mais importante para o profissional responsável pelo orçamento de obras, especialmente ainda inexperiente e iniciante, é que se busque pelo estabelecimento de seus próprios critérios para efetuar o orçamento.

Desse modo, é importante que seja elaborado um orçamento completo e defini-lo como padrão. E, a partir desse orçamento, efetuar as devidas correções e ampliações, à medida que se ganha experiência com as novas informações.

Com o passar do tempo, o arquivo padrão se tornará mais coerente e os orçamentos, cada vez, mais precisos e rápidos de serem executados.

Vale destacar que os critérios apresentados devem ser estendidos ao Levantamento dos Quantitativos, às Composições de Preços, ao cálculo dos Custos Indiretos e do BDI. Desse modo, não se deve cometer o erro de subentender ainda a não aceitação de índices preestabelecidos, como são os casos das taxas e índices de produtividade e Encargos Sociais, antes de checá-los e entendê-los.

Criar índices

A criação de índices deve ter como base um banco de dados composto por alguns orçamentos. Os serviços de menor valor são aqueles correspondentes aos custos indiretos, que necessitam de uma rotina de cálculo que os agilize e lhes dê coerência. Alguns exemplos de índices possíveis de serem extraídos ou criados são:

  • Homem-hora total = x / m² de construção;
  • Fotografias = X / mão de obra padrão;
  • Material de limpeza = X / sala no canteiro;
  • Material de escritório = x / funcionários com mesa;
  • Imposto de renda = x sobre a bonificação;
  • Controle tecnológico x / m³ de concreto.

Liberar a cotação de preços

É possível estimar a ordem de grandeza do orçamento de obras por meio de cálculos rápidos, embora não definitivos. Assim, é possível enviar estes cálculos para o setor de compras na cotação, o que agiliza bastante outra etapa da obra.

Como exemplos de índices permitidos, destacamos: bloco de concreto (13 um/m² de alvenaria), somatória das áreas do piso (área da construção), cimento (7 a 7,5 sacos m³ de concreto), volume dos agregados [(areia + brita 1 + brita 2) = 1.65m³ / m³ de concreto)], formas (10 a 14m² / m³ de concreto) e aço (80 a 120kg/m³ de concreto).

Utilizar a internet

A internet foi, sem dúvida alguma, uma das maiores invenções de todos os tempos. Seu impacto é tão profundo que ainda é difícil de ser analisado de forma total, pois ainda vivemos sob o impacto da sua criação. Contudo, vale destacar que todos os setores da sociedade foram transformados, desde a forma como nos relacionamos, estudamos e trabalhamos. E com a construção civil não poderia ser diferente.

Uma das principais vantagens da internet para a construção civil — e, sobretudo, para o orçamento de obras — é a compatibilização do orçamento com outros aspectos da obra, como é o caso da própria construção, entendimento entre dois orçamentistas, etc.

Assim, a probabilidade de erro se torna menor, e a possibilidade de se fazer um ajuste eficiente, maior. Que tal começar a fazer seu orçamento todo digital?

Roteirizar o orçamento de obras

A roteirização de uma obra de médio ou grande porte, com utilização de 2 orçamentistas e 1 comprador técnico, deve seguir as ações seguintes:

*Este roteiro pode ser adaptado à realidade da obra e da empresa.

**Na ausência do comprador técnico, o orçamentista 2 deve ficar responsável por suas funções.

Softwares de orçamento de obras

Os softwares de orçamento de obras são imprescindíveis para a confecção de orçamentos mais efetivos, especialmente para construções de grande escala, como as que são realizadas tanto para o setor público, quanto para o setor privado.

Com os usos desses softwares, é possível utilizar ferramentas instantâneas que apresentam as curvas de insumos, cronogramas de execução, além de instrumentos de planejamento e controle de obras que oferecem informações detalhadas sobre a obra orçada, facilitando assim a definição de métodos construtivos.

Existem vários modelos no mercado, como o software da OrçaFascio, que tem anos no mercado, é utilizado por empresas em todo o território nacional e apresenta compatibilidade com outros softwares, como é o caso do Revit e o plugin do OrçaBIM.

Sendo assim, saber como agilizar o orçamento de obras é essencial para ter uma construção mais sustentável sob o ponto de vista financeiro, além de influenciar em outros aspectos da obra, como a qualidade construtiva, velocidade na entrega da obra, entre outros. Siga as rotinas que apresentamos e perceba que a confecção do orçamento de obras se tornará bem mais ágil.

Teste e confira

Para montar suas rotinas de orçamento de obras de forma ágil , teste, grátis por 7 dias, o Módulo de Orçamentos da OrçaFascio.

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

Anterior
Próximo