Conheça 3 tipos de canteiros de obras e suas vantagens

Um dos elementos mais importantes da construção civil é o canteiro de obras. Afinal, nesse espaço é onde a obra acontece. Ali são elaboradas as etapas que vão desde a fundação até o acabamento da obra. Existem diversos tipos de canteiros de obras e cada um apresenta vantagens específicas.

Com o intuito de falar mais sobre o assunto, fizemos esse artigo. Falaremos sobre o que é um canteiro e os principais tipos de canteiros de obras existentes. Posteriormente, falaremos da importância do layout de canteiro de obras, a segurança no canteiro de obras e a Norma Regulamentadora 18. Acompanhe!

O que é um canteiro de obra?

De acordo com a Norma Regulamentadora 18, a NR 18, referente às Condições e Meio Ambiente de Trabalho da Construção, um canteiro de obras pode ser identificado como um espaço de trabalho fixo e temporário, em que se desenvolvem as operações de apoio à execução de uma obra.

Você fatalmente já deve ter conhecido ou estado em um dos tipos de canteiros de obras existem. Dessa maneira, há alguns elementos obrigatórios para esses espaços, como vestiários, refeitório, espaço para descarregamento de materiais de construção, área de trabalho, entre outros.

A disposição do canteiro de obra é muito importante, especialmente para aspectos como segurança do trabalho e produtividade. Além disso, é importante saber que existem diversos tipos de canteiro de obras.

Quais os tipos de canteiros de obras?

Entre os tipos de canteiros de obras mais importantes, destacamos:

  • Canteiro de obras restrito;
  • Canteiro de obras amplo;
  • Canteiro de obras linear.

1. Canteiro de obras restrito

Esse é o tipo de canteiro de obras mais regular. É utilizado comumente em áreas urbanas. Caracteriza-se principalmente pela delimitação de uma área cercada por tapumes, ou muros, com acesso sendo feito por meio de um portão.

Nessa modalidade de canteiro, o planejamento e logística é essencial para não tumultuar a área de produção, que pela característica do canteiro, é limitada. Por isso, é muito importante contar com um bom layout de canteiro de obras.

2. Canteiro de obras amplo

Nessa modalidade de canteiro de obras, o canteiro ocupa apenas uma pequena parcela do terreno. Existem muitos acessos e espaços para armazenamento. Essa tipologia de canteiro costuma ser usada em obras de infraestrutura, como a construção de usinas hidrelétricas e pontes.

3. Canteiro de obra linear

Os canteiros lineares são restritos a uma dimensão, geralmente estreitos. Com poucas opções de acesso, há um grande desafio em gerar um fluxo adequado de trabalhadores, materiais e equipamentos. Estes canteiros podem ser encontrados em canalização urbana, rodovias, ferrovias e outras obras de infraestrutura semelhantes.

Esse canteiro também pode ser chamado de longo e restrito, pois a definição é semelhante. Há pouco acesso. Além disso, é utilizado para construções como túneis e redes de gás.

A importância do layout de canteiro de obras

Layout consiste na organização dos espaços e equipamentos em uma determinada edificação. Dessa maneira, o layout de canteiro de obras nada mais é do que a organização dos ambientes de um canteiro de obra e seus equipamentos por todo o espaço destinado a ele.

As configurações do layout podem ser diversas, todavia, devem apresentar como ponto comum, a eficiência do fluxo de profissionais e respeitar as determinações existentes nas normas vigentes, especialmente a Norma Regulamentadora 18, que abordaremos de forma mais profunda posteriormente.

Um canteiro de obras organizado aumenta a produtividade da construção, além de garantir maior segurança, reduzindo acidentes de trabalho. Dessa maneira, há menos risco de a empresa sofrer processos na justiça por conta de ações relacionadas a acidentes de trabalho ou doenças ocupacionais. É importante levar o layout como um favor importante em qualquer um dos tipos de canteiros de obras.

Segurança no canteiro de obras

A indústria da construção civil é um dos setores que ocorre a maior incidência de acidentes. Grande parte desses acidentes ocorrem no canteiro de obras, devido, sobretudo, ao não cumprimento das normas de segurança do trabalho. Por isso, é imprescindível que as empresas tenham uma atenção maior quanto a esse aspecto.

O primeiro ponto que deve ser encarado está na leitura e entendimento da NR 18, especialmente no que diz respeito ao Programa de Gerenciamento de Risco (PRG). Além disso, outras normas devem ser observadas e fiscalizadas para saber se estas estão sendo cumpridas no canteiro de obras.

As normas a serem analisadas variam de acordo com a natureza do trabalho. Contudo, as principais são relativas ao uso de equipamentos de proteção individuais (EPIs), trabalho em altura, entre outros.

Vale destacar que as empresas precisam fiscalizar, mas também fazer cumprir as regras, criando incentivos e penalizações para os funcionários que desobedecerem às normas.

Os tipos de canteiros de obras e a NR 18

Como a própria descrição da Norma Regulamentadora 18 indica, a norma estabelece as condições e o meio ambiente de trabalho na indústria da construção civil. Assim, essa norma direciona as exigências de planejamento e organização para implementar métodos seguros em qualquer um dos tipos canteiros de obras.

Portanto, a NR 18, na prática, indica procedimentos, atitudes e dispositivos para serem observados em cada uma das atividades que serão realizadas em um contexto de canteiro de obras, incluindo o layout mais indicado.

A norma contém mais de 20 capítulos dedicados à segurança do trabalho no canteiro de obra, contendo itens como:

  • Demolição;
  • Armações de aço
  • Escavações, fundações e desmonte de rochas;
  • Estruturas metálicas;
  • Estruturas de concreto;
  • Operações de soldagem e corte a quente;
  • Medidas de proteção contra quedas de altura;
  • Movimentação e transporte de materiais e pessoas;
  • Treinamento;
  • Sinalização e segurança;
  • Proteção contra incêndio;
  • Andaimes e plataformas de trabalho;
  • Alvenaria, revestimentos e acabamentos;
  • Transporte de trabalhadores em veículos automotores;
  • Equipamentos de proteção individual (EPI);
  • Máquinas, equipamentos e ferramentas diversas;
  • Instalações elétricas.

É importante destacar que a Norma Regulamentadora 18 passou por uma atualização neste ano de 2021, especialmente no que diz respeito ao PCMAT e CIPA. Dessa maneira, é importante consultar a norma para ter um entendimento global sobre as novas exigências.

Outro ponto que é necessário comentar está ligado à questão da sustentabilidade. Ela deve ser pensada já no momento do canteiro de obras, que é onde são gerados a maior parte dos resíduos sólidos da construção. Dessa maneira, a construção deve prezar por procedimentos limpos e menos danosos possíveis.

O uso de água deve ser reduzido, assim como a produção de resíduos. Por isso, técnicas off-site têm crescido tanto.

Sendo assim, conhecer os tipos de canteiro de obras é fundamental para otimizar a segurança e produtividade no canteiro de obra, além de adequar às construções com as normas existentes, especialmente a NR 18.

Gostou do que leu? Então, veja 7 dicas para aumentar a produtividade no canteiro

Receba todas as nossas novidades sobre a construção civil

Cadastre-se agora na nossa newsletter, é grátis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Enter Captcha Here :

Posts relacionados

NR 21: cuidados para trabalhadores em canteiro de obras

Saiba o que é a NBR 5410 e quando ela deve ser aplicada

Cálculo de materiais de construção: 9 dicas para economizar